quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Diploma no lixo




Sou turismóloga, iniciei o curso em Araçatuba-SP e terminei aqui em Campo Grade-MS, foi desgastante esta transferência, pois as matérias não eram tão iguais, tive que pagar horas a mais, sobraram horas de monte e não consegui fazer tudo em 4 anos devo ter 6 anos de faculdade por conta desta transferência, mas tudo bem valeu apena. (Será??)

Trabalhei na área do turismo antes da Beatriz nascer, decidimos (eu e o Rafa) que eu pararia pra cuidar da bebê, e voltaria qdo ela estivesse com 2 anos, sendo esta uma idade boa pra colocar na escolinha (já sabe reclamar e dizer se foi bem tratada).

Tenho saudade de trabalhar fora mas é tão bom poder estar vivenciando cada momento e fase da Beatriz, dai o Rafa me diz: Voce estudou a toa, não vai jogar seu diploma no lixo, né?

Pois bem estava pensando nisso e gostaria de opiniões a respeito, estou querendo (com o pouco tempo que me sobra, porque é quase integral da Beatriz e casa) colocar neste Blog ou criar outro sobre Turismo, colocar os lugares que já conheci, os lugares que já estudei, enfim compartilhar na "rede" conhecimentos, só pra não ficar tão fora do assunto* nesse tempo que trabalho em casa e colocar em prática meu lado turismóloga de ser :-).

*fiquei sabendo que foi vendida 60% da CVC através da Revista Viagem e Turismo, porque sou assinante e nem sempre consigo ler a revista todo mês.

Viram a foto? foi e dezembro de 2005, faz tempo.....

5 comentários:

Mamãe Aline disse...

Oi Babi,
é claro que vc não está jogando seu diploma no lixo. Quem derá eu poder me dedicar a tempo integral para minha filhota.Acho ótimo esse planejamento de cuidar da sua filhaa por dois anos em tempo integral, é realmente o que ela precisa, mas acho que você deve cumprir esse prazo, será bom para vc. Meu pediatra diz que todas as mãe deveriam trabalhar, pelo menos meio horário, pois elas (mães) voltam para casa cheias de amor para dar e as crianças cheias de amor para receber.Que somos muitos mais pacientes com os filhos quando trabalhamos. Mas é claro que isso so vale para as verdadeiras "MÂES", não aquelas que chegam estressadas e só querem saber de ficar sozinhas.
Acho super válida sua idéia para o outro blog.
Beijos e vê se aparece!

Mari O. disse...

Ola, vim ver as lembrancinhas do batizado.Minha ideia foi bem parecida com a sua!!! Mas ao inves de caixinhas de MDF, comprei caixinhas de papelão que a tampa é transparente, ai dentro coloquei um tercinho e tb to fazendo frascos pequenos com colonia de bebe e o rotulo escrito "cheirinho de Bernardo". Os perfumes tb vao dentro da caixinha....Tao ficando bem legais, comprei os mini frascos, fiz o perfume em casa e fiz o rotulo tb, so mandei imprimir na grafica, depois coloco fotos

beijoss

Katia Kintschner disse...

Oi Babi, muito bacana seu texto, pois retrata o conflito que mtas mães vivenciam entre trabalhar fora ou ficar em casa com os filhos.
Na minha primeira gestação, logo retornei ao trabalho, mas na segunda tive a oportunidade de ficar mais em casa e não me arrependi. Fiz o mesmo agora com o Vinícius.
Acredito que vc conseguirá conciliar o seu trabalho como turismóloga num futuro próximo, qdo vc mesma diz, a Beatriz já saberá "reclamar" se não estiver bem.
Um beijão

Cristian & Andrea disse...

Ola... assim complica né....
Mas vc vai tomara decisao certa... aqui em Portugal as crianças vao cedo pra escolinha... incusive meu sobrinho Mateus que agora tem 2 anos... foi para o infantario com 4 meses... isso aqui é muito normal... não sou mãe... mas não vejo problema nenhum a criança ir cedo pra escola.e nem foi por isso que minha cunhada se entiu "menos" mãe.... as vzs as mae precisam de tempo e no trabalho elas encontram...

Um grande beijo.... força amiga

Dri Viaro disse...

Bom dia, chegou fim de semana!!

Por isso lhe desejo que vc fique com os seus, e aproveite totalmente estes 2 dias de folga.

bjssss

Postagens populares

meus vídeos no youtube

Loading...